quinta-feira, 18 de junho de 2009

Matemarketing...

Sem ter a pretensão de criar mais um termo que designe algo relativo ao Marketing, tomei a liberdade de usar este trocadilho para expor um pensamento.

Se analisarmos com mais frieza, tomando como base as reações naturais das pessoas e a forma como pensamos, tudo o que fazemos tem a lógica e a matemática como base fundamental para o nosso raciocínio.

Porque eu preciso comprar um achocolatado? O Marketing diria que a razão teria base na conveniência, rapidez, praticidade e outras variáveis para o sucesso do produto.

Podemos dizer que estas coisas são mensuráveis, certo? Quanto tempo (custo) demoraria para obter o mesmo resultado final, ou seja, aquele alimento que serve para matar a nossa fome, com um sabor agradável e familiar?

Porque cresce a venda de produtos prontos via delivery? vale o mesmo raciocínio.... Quanto tempo (custo) gastaríamos para obter o produto decorrente basicamente de: deslocamento, identificação, compra, entrega ou transporte, preparação, desgaste emocional, psíquico, mental para obter o mesmo resultado?

Nós, pessoas de Marketing, que gostamos de tratar dos asssuntos que nos dizem respeito sempre baseados em terminologias, tais como: Market Share, Positioning, Branding, Awareness, etc... devemos nos aprofundar no conhecimento da lógica e da matemática!!!

é isto.

Carlos Farinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário